FAM Estruturas Metálicas – Qualidade de uma Fábrica Modelo

FAM Estruturas Metálicas - Qualidade de uma Fábrica Modelo

A qualidade é atingida somente quando todos os requisitos requeridos pelo cliente são atingidos de maneira plena ou superados, sem abrir mão do desenvolvimento e resguardo do capital humano e da sustentabilidade de seus resultados.
A FAM traz consigo, desde seus primeiros anos de atuação, esta cultura de qualidade, respeito e dedicação pelos recursos envolvidos em suas operações, e este empenho é respaldado pela certificação na norma ISO 9001:2008, que é uma garantia de que a empresa certificada mantém integralmente um sistema de gestão da qualidade por processos que visa o atendimento das necessidades do cliente. Este sistema ou padronização, permite uma absoluta identificação de que processos e metodologias empregadas na rotina da empresa estejam de acordo com as exigências do mercado.



Processos


O rigoroso controle de qualidade presente na FAM Construções Metálicas Pesadas, existe desde os processos de compras e qualificação de fornecedores até a expedição, montagem e pós-venda.
Vejamos ao lado alguns exemplos de processos onde a qualidade alcançada pela FAM a colocam em uma posição de referência no mercado, não somente no segmento em que atua, mas também em qualquer outro segmento que exija mão de obra extremamente qualificada e experiente e equipamentos de primeira linha que garantem precisão, acabamento, eficiência e baixo custo de produção.

Databook


O Databook é a documentação que resguarda e comprova que a obra/projeto entregue atende aos requisitos de qualidade solicitados, assim como as alterações ocorridas em seu escopo e também os recursos envolvidos. Esta documentação é inter-relacionada e deve servir à clientes internos e externos, interessando a diversas áreas como comercial, qualidade, engenharia, etc. Não existe uma norma específica para a criação do Databook, porém na FAM desenvolvemos um padrão com alto nível de detalhamento e de total confiabilidade.

Recebimento de Materiais

Todos os materiais são recebidos após conferência com as especificações contratuais de cada obra, sob responsabilidade do nosso Departamento de Qualidade.

Os materiais são aceitos somente com o respectivo Certificado de Qualidade do fabricante, indicando sua conformidade com as especificações desejadas, além de eventual aplicação de testes caso necessário.

Garantia de Precisão na Fabricação das Peças

Diferencial importante em relação aos concorrentes, a FAM utiliza equipamento robótico para traçar as vigas, indicando com precisão as posições de montagem e solda dos elementos secundários. Os cortes, recortes, furações e identificação em baixo relevo das barras e chapas são efetuadas por máquinas CNC que recebem os dados diretamente das maquetes eletrônicas dos projetos, evitando-se intervenções manuais e possíveis erros.

Solda

Antes do início de cada encomenda, elaboramos um P.I.T. (Plano de Inspeções e Testes), de acordo com o solicitado em contrato. No P.I.T. são apresentados os testes e as respectivas amostragens. Os registros dos testes são incorporados aos Databooks de cada obra. Os testes mais habituais são:
  • L.P. – Líquido Penetrante para as juntas de filete e penetração parcial;
  • U.S. – Ultrassom para juntas de penetração total.
Além disso, executamos mapeamento de juntas soldadas quando previamente acordado. Para garantir a qualidade do nosso processo de soldagem:
  • São utilizados consumíveis de soldagem e matéria prima certificada;
  • As soldagens das Vigas são executadas por equipamentos CNC com arco submerso;
  • As soldagens por tratores, com arco submerso e mag;
  • As soldagens manuais com equipamentos mag;
  • Os equipamentos são calibrados semestralmente;
  • Os consumíveis de soldagem são mantidos em condições controladas de temperatura e umidade.

Jateamento

No jateamento são aplicadas granalhas de aço de primeira linha em especial para a estrutura metálica, livre de contaminações. As partículas de pó são automaticamente removidas através de filtros. Os materiais tem sua rugosidade constantemente medida com o equipamento Rugosímetro, de modo a se seguir as normas de pintura aplicáveis para cada obra. Diferentes tipos de granalha são dosados de modo a obter a rugosidade superficial necessária para cada esquema de pintura. A FAM possui um jato de turbina para estruturas menores e leves e um sistema de cabine automática para peças de grandes dimensões e peso de até 80 toneladas. As duas linhas trabalham paralelamente, o que torna o processo mais rápido e consequentemente mais produtivo. Para tal procedimento, utilizamos a norma ISO 8501 – Proteção anticorrosiva de estruturas de aço por pintura.

Pintura

O processo de pintura da FAM segue rigorosamente os boletins técnicos dos fabricantes das tintas. Deste modo, controlamos a pressão e vazão dos equipamentos, o diâmetro dos bicos de aplicação e sua distância até as peças. As tintas são misturadas em controle digital e aplicadas com sistema airless. A umidade e a temperatura do setor são controladas pelo o instrumento de medição Termo-Higrômetro, a fim de garantir a qualidade da pintura nas peças. São utilizadas as seguintes normas:
  • ABNT NBR 11003 – Tintas – Determinação de aderência
  • ABNT NBR 10443 – Tintas e vernizes – Determinação da espessura da película seca sobre superfícies rugosas – Método de ensaio
  • ABNT NBR 15185 – Inspeção de superfícies para pintura industrial

Tipagem e Embalagem

Os processos de tipagem e embalagem das peças na FAM são realizados de forma a garantir a fácil identificação das peças e o correto acondicionamento das mesmas para que não sofram nenhuma avaria durante o transporte até a obra. Todas as barras avulsas e os conjuntos soldados são identificados com tipagem em baixo relevo. As chapas avulsas pequenas ou com grande repetição são identificadas uma em cada dez peças e obrigatoriamente são acondicionadas em uma mesma caixa de madeira ou pacote. Para o transporte, as estruturas pesadas (colunas, vigas, etc.) são calçadas com madeira no veículo. Já as barras menores são amarradas com fitas de arquear de aço e protegidas com cantoneiras de PVC. Os elementos de fixação e demais peças pequenas são expedidas em caixas de madeira devidamente identificadas.

Montagem

Possuímos experiência em montagem de Estruturas Metálicas desde 1986. Como exemplos importantes de obras executadas, podemos citar:
Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro
Hydro Alumina Brasil (Alunorte)
Peso 1 300 toneladas
Peso 4 500 toneladas

Processos


O rigoroso controle de qualidade presente na FAM Construções Metálicas Pesadas, existe desde os processos de compras e qualificação de fornecedores até a expedição, montagem e pós-venda.
Vejamos ao lado alguns exemplos de processos onde a qualidade alcançada pela FAM a colocam em uma posição de referência no mercado, não somente no segmento em que atua, mas também em qualquer outro segmento que exija mão de obra extremamente qualificada e experiente e equipamentos de primeira linha que garantem precisão, acabamento, eficiência e baixo custo de produção.
Recebimento de Materiais

Todos os materiais são recebidos após conferência com as especificações contratuais de cada obra, sob responsabilidade do nosso Departamento de Qualidade.

Os materiais são aceitos somente com o respectivo Certificado de Qualidade do fabricante, indicando sua conformidade com as especificações desejadas, além de eventual aplicação de testes caso necessário.

Garantia de Precisão na Fabricação das Peças
Diferencial importante em relação aos concorrentes, a FAM utiliza equipamento robótico para traçar as vigas, indicando com precisão as posições de montagem e solda dos elementos secundários.
Os cortes, recortes, furações e identificação em baixo relevo das barras e chapas são efetuadas por máquinas CNC que recebem os dados diretamente das maquetes eletrônicas dos projetos, evitando-se intervenções manuais e possíveis erros.

Solda
Antes do início de cada encomenda, elaboramos um P.I.T. (Plano de Inspeções e Testes), de acordo com o solicitado em contrato. No P.I.T. são apresentados os testes e as respectivas amostragens. Os registros dos testes são incorporados aos Databooks de cada obra.
Os testes mais habituais são:
  • L.P. – Líquido Penetrante para as juntas de filete e penetração parcial;
  • U.S. – Ultrassom para juntas de penetração total.
Além disso, executamos mapeamento de juntas soldadas quando previamente acordado. Para garantir a qualidade do nosso processo de soldagem:
  • São utilizados consumíveis de soldagem e matéria prima certificada;
  • As soldagens das Vigas são executadas por equipamentos CNC com arco submerso;
  • As soldagens por tratores, com arco submerso e mag;
  • As soldagens manuais com equipamentos mag;
  • Os equipamentos são calibrados semestralmente;
  • Os consumíveis de soldagem são mantidos em
    condições controladas de temperatura e umidade.
Jateamento
No jateamento são aplicadas granalhas de aço de primeira linha em especial para a estrutura metálica, livre de contaminações. As partículas de pó são automaticamente removidas através de filtros. Os materiais tem sua rugosidade constantemente medida com o equipamento Rugosímetro, de modo a se seguir as normas de pintura aplicáveis para cada obra. Diferentes tipos de granalha são dosados de modo a obter a rugosidade superficial necessária para cada esquema de pintura. A FAM possui um jato de turbina para estruturas menores e leves e um sistema de cabine automática para peças de grandes dimensões e peso de até 80 toneladas. As duas linhas trabalham paralelamente, o que torna o processo mais rápido e consequentemente mais produtivo. Para tal procedimento, utilizamos a norma ISO 8501 – Proteção anticorrosiva de estruturas de aço por pintura.

Pintura
O processo de pintura da FAM segue rigorosamente os boletins técnicos dos fabricantes das tintas. Deste modo, controlamos a pressão e vazão dos equipamentos, o diâmetro dos bicos de aplicação e sua distância até as peças.

As tintas são misturadas em controle digital e aplicadas com sistema airless. A umidade e a temperatura do setor são controladas pelo o instrumento de medição Termo-Higrômetro, a fim de garantir a qualidade da pintura nas peças.

São utilizadas as seguintes normas:
  • ABNT NBR 11003 – Tintas – Determinação de aderência
  • ABNT NBR 10443 – Tintas e vernizes – Determinação da espessura da película seca sobre superfícies rugosas – Método de ensaio
  • ABNT NBR 15185 – Inspeção de superfícies para pintura industrial

>
Tipagem e Embalagem
Os processos de tipagem e embalagem das peças na FAM são realizados de forma a garantir a fácil identificação das peças e o correto acondicionamento das mesmas para que não sofram nenhuma avaria durante o transporte até a obra.

Todas as barras avulsas e os conjuntos soldados são identificados com tipagem em baixo relevo. As chapas avulsas pequenas ou com grande repetição são identificadas uma em cada dez peças e obrigatoriamente são acondicionadas em uma mesma caixa de madeira ou pacote.

Para o transporte, as estruturas pesadas (colunas, vigas, etc.) são calçadas com madeira no veículo. Já as barras menores são amarradas com fitas de arquear de aço e protegidas com cantoneiras de PVC. Os elementos de fixação e demais peças pequenas são expedidas em caixas de madeira devidamente identificadas.

Montagem
Possuímos experiência em montagem de Estruturas Metálicas desde 1986. Como exemplos importantes de obras executadas, podemos citar:

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro
Peso 1 300 toneladas
Ver Obra

Hydro Alumina Brasil (Alunorte)
Peso 4 500 toneladas
Ver Obra

Databook


O Databook é a documentação que resguarda e comprova que a obra/projeto entregue atende aos requisitos de qualidade solicitados, assim como as alterações ocorridas em seu escopo e também os recursos envolvidos. Esta documentação é inter-relacionada e deve servir à clientes internos e externos, interessando a diversas áreas como comercial, qualidade, engenharia, etc. Não existe uma norma específica para a criação do Databook, porém na FAM desenvolvemos um padrão com alto nível de detalhamento e de total confiabilidade.